26 de out de 2009

Reviravolta


Inspirada num conto


A chuva começou a cair gostosamente na janela.
Apertou mais forte o travesseiro contra o corpo.
Suspirou. Duas semanas atrás, com aquele barulhinho bom de chuva caindo na vidraça, só teria pensado em dormir.
Hoje, só sentia falta de estar nos braços dele.
Tornou a suspirar.
Um turbilhão de pensamentos e sentimentos a assolou.
A chuva ficou mais pesada.
O clarão de um raio iluminou o quarto.
Na penumbra, julgou ter visto um vulto.
O coração disparou.
Fechou os olhos.
Prendeu a respiração.
Sentiu medo.
Não. Não podia ser o fantasma dele.
Pensou em rezar, mas logo desistiu.
Não acreditava na relevância da oração mecânica e não se sentia bem para orar.
Abriu um olho. Já não divisava nada no escuro da noite.
A chuva abrandava.
Levantou-se.
Jogou um moletom sobre a camisola.
Pegou a chave do carro e dirigiu por meia hora até um lugar específico.
Munida de lanterna, esquadrinhou o terreno.
Estava tudo como deixara.
Histericamente riu. Risada de bruxa.
Sentiu um nó na gaganta.
Histericamente chorou. Lágrimas de crocodilo.
Caiu de joelhos na terra molhada.
Beijou o chão.
Sentia falta dele.
A chuva voltou a cair pesadamente.
Ficou imunda.
Voltou para o carro.
Dirigiu devagar na volta.
Se recompôs.
Ao chegar em casa, correu pro banheiro.
Banho fervendo.
Depois, incinerou as roupas enlameadas.
Precisava dormir.
Voltou a deitar.
Iria à delegacia logo pela manhã.
Participava da equipe de buscas desde que dera parte do sumiço dele.
Lembrou-se da cena fatídica.
O ciúmes.
A briga.
A arma.
O tiro.
A desova do corpo.
Se pudesse voltar atrás...
Não podia. Estava feito.
Só lhe restava dormir sozinha.

Um comentário:

  1. I'm only happy when it rains.
    Ok, mentira, mas pela música eu, às vezes, digo que sim. Porque gosto de I'm only happy when it rains.

    Inspirada em qual conto, Fá?
    Beijo, darling.

    ResponderExcluir